Espetáculos

Escolas e instituições

Tal como a Casa da Música, também a música tem muitas faces, que se traduzem por estilos e géneros diferentes. Os espetáculos do Serviço Educativo revelam-nas e dão-nos ferramentas para as compreender, podendo desta forma complementar aquilo que é o projeto educativo de cada escola, numa experiência coletiva que se quer participada e que dure muito para além do espetáculo. Divididos em dois grandes grupos, Os Primeiros Concertos para o pré-escolar e Os Nossos Concertos para o ensino básico e secundário, estes espetáculos têm um guia didático que é previamente enviado a quem os vem assistir, e que permite uma preparação do grupo para melhor fruição e compreensão do concerto.

PRIMEIROS CONCERTOS

Com um espectro musical que vai da clássica à eletrónica dos nossos dias, os Primeiros Concertos são experiências destina- das a bebés e crianças dos três meses aos seis anos de idade. A ideia é transmitir-lhes pistas múltiplas de encontro com a música, momentos coloridos de forte componente visual que convocam todos os sentidos a uma vivência musical ativa e interativa. Como sempre, não vão faltar novidades.

BEBÉTHOVEN

16.10 segunda

Bebéthoven

Serviço Educativo conceção artística

António Miguel Teixeira conceção artística e interpretação

Duarte Cardoso, Flávio Aldo, Joaquim Alves e Joana Pereira interpretação

Vamos contar a história de Beethoven aos mais pequenos. Com a leveza e o tom divertido que a idade dos ouvintes requer, começamos nas memórias sonoras registadas ainda na barriga da mãe, que iriam moldar a obra inteira do génio alemão. Tudo somado, é uma ode à alegria!

16.10 segunda 11:00 e 14:30 sala 2

escolas do ensino pré-escolar (3-6 anos)

€ 4

TANGERINA

20.11 segunda

Tangerina

Ana Bento e Bruno Pinto conceção artística, música e interpretação

Artur Pinto, Jasmim Pinto, Olívia Pinto e Úrsula Pinto interpretação

Tangerina é uma viagem pelo universo da palavra, em prosa ou poesia, num tom de me- nino pequeno que está a falar com a sua mãe. Inspirado no livro A Invenção do Dia Claro, de Almada Negreiros, este concerto recupera a metáfora da tangerina que rola de um cesto até ao mar e descobre o mundo, levando todos com ela ao encontro de novos lugares, onde as palavras e os sons têm vida.

20.11 segunda 11:00 e 14:30 sala 2

escolas do ensino pré-escolar (3-6 anos)

€ 4

CENAS INFANTIS

29.01 segunda

Cenas Infantis

Beatriz Rola e Pedro Alvadia conceção artística e interpretação

Ana Conceição, André Soares e Pedro Santos interpretação

Jogar à cabra-cega, brincar montado num cavalo de pau ou simplesmente sentir o conforto de se estar à lareira. Estas eram apenas algumas das imagens que levavam Robert Schumann até à infância, o mundo dos sonhos, do mistério e de todas as possibilidades. Inspirado neste imaginário, o compositor escreveu Cenas Infantis, o célebre ciclo para piano que agora se torna objeto de uma relei- tura delicada e divertida do Serviço Educativo da Casa da Música. Um espetáculo único que nos vai levar aos mundos imaginados pelo compositor.

29.01 segunda 11:00 e 14:30 sala 2

escolas do ensino pré-escolar (3-6 anos)

€ 4

A PLAYLIST DOS BEBÉS

26.02 segunda

O Melhor Primeiro Concerto para Bebés

Paulo Lameiro conceção artística e interpretação

Alberto Roque, Isabel Catarino, José António Lopes e Pedro Santos interpretação

Monteverdi, Bach e Mozart são os anfitriões de um amplo cardápio de compositores, do clássico ao jazz, do tradicional português ao world, da eletrónica aos improvisos e bailes com pais e bebés. Saxofones, clarinetes, berimbaus, cavaquinhos e outros instrumentos, muitas chupetas, sorrisos e olhos de espanto.

26.02 segunda 11:00 e 14:30 sala 2

escolas do ensino pré-escolar (3-6 anos)

€ 4

TOM AFRO TOM

08.04 segunda

Tom Afro Tom

Joaquim Alves e Tiago Oliveira conceção artística e interpretação

A percussão é a base para esta viagem por ritmos diversos do triângulo sonoro que une Portugal, África e América do Sul. No fim, a festa está prometida: com o Tom Afro Tom não há quem resista ao apelo da dança.

famílias (crianças dos 3 meses aos 6 anos)

escolas do ensino pré-escolar (3-6 anos)

€ 4

QUEM CONTA UM CONTO ACRESCENTA UM SOM

13.05 segunda

Quem Conta um Conto Acrescenta um Som

Digitópia conceção artística

Os contos, as canções, as lendas e os instrumentos que fazem parte da cultura popular portuguesa são o ponto de partida para este espetáculo imersivo e multi-sensorial que, além da música, assume a palavra. A interação entre músicos e público é facilitada pelo uso da tecnologia, que transforma o imaginário sonoro.

13.05 segunda 11:00 e 14:30 sala 2

escolas do ensino pré-escolar (3-6 anos)

€ 4

POR FAVOR, MAESTRO

17.06 segunda

Por Favor, Maestro

António Miguel Teixeira e Paulo Neto conceção artística e interpretação

É com base na ideia de orquestra que vamos buscar as melhores práticas para a vida e vice-versa. Quando o solista toca devemos estar em silêncio e com atenção. Já se fazemos parte do tutti é fundamental que colaboremos com dedicação e empenho. Cabe-nos igualmente seguir o maestro e respeitar o silêncio. As regras, na música e na vida, devem estar sempre presentes, mas uma vez por outra apetece mesmo fintá-las. É até saudável e pode dar um gozo tremendo. Vamos ver o que este maestro permite.

17.06 segunda 11:00 e 14:30 sala 2

escolas do ensino pré-escolar (3-6 anos)

€ 4

DIA DE FESTA

03.06 segunda

Dia de Festa

Rui Rodrigues conceção artística e interpretação

Beatriz Rola, Jorge Queijo, Paulo Neto e Tiago Oliveira interpretação

Depois da Páscoa começa o tempo das festas populares. Um pouco pelo país inteiro as romarias ocupam as praças e os largos das igrejas. Partindo do espólio de instrumentos populares portugueses que existe na Casa da Música, e de todo um cancioneiro, recriamos um verdadeiro arraial português em celebração da música de raiz mais popular.

03.06 segunda 11:00 e 14:30 sala suggia

escolas do ensino pré-escolar e básico

€ 4

OS NOSSOS CONCERTOS

São tipologias muito variadas de concertos: de festas e performances a concertos encenados. Cada um apresenta uma proposta musical identitária, variando de uns para os outros os instrumentos, os estilos, as formações, os contextos, as temáticas e os públicos, mas todos estes espetáculos são peças de um puzzle que tende para o infinito. O propósito de base é celebrar a liberdade de criar, comunicar e partilhar. Envolvem-se artistas, une-se trabalho e brincadeira. O que se segue é um vasto leque de produções originais, destinadas a público a partir dos seis anos, ideais para escolas e famílias, propiciando sempre uma relação muito positiva com a música.

LES FEUILLES MORTES

27.10 sexta

Les Feuilles Mortes

Serviço Educativo conceção artística

Filipe Monteiro, João Costa, João Paulo Rosado, Paulo Gomes e Rui Teixeira interpretação

Quando, em 1945, Joseph Kosma escreveu música para o ballet Le rendez-vous e se inspirou no Poème d’Octobre de Jules Massenet, estava longe de saber que a sua melodia viria a tornar-se num dos mais tocados standards de jazz de sempre. Este é o ponto de partida para um concerto que nos leva ao jazz e à constante mutação que, nas mãos dos seus intérpretes, a música popular foi sofrendo.

27.10 sexta 11:00 e 14:30 sala 2

escolas do ensino básico e secundário

€ 4

O BARBEIRO DE EINSTEIN

(uma ópera relativamente física)

24.11 sexta

O Barbeiro de Einstein

Mário João Alves conceção artística e interpretação

Ângela Alves, Ana Paula Sousa e Gabriel Neves dos Santos interpretação

Einstein era aquele físico célebre pelo seu penteado de propulsão vertical, mas era também um grande apaixonado por música. Adorava tocar violino e ouvir uma bela voz. Para ele, a música e a matemática eram como duas fatias do mesmo melão. Mas agora vamos lá ver uma coisa: quem seria o barbeiro capaz de resolver aquela complexa equação imanente da sua cabeça? O de Sevilha? O de Bagdad? O da Sibéria? O da Boavista? Ou vamos tentar arranjar a coisa por outro lado: será que uma ópera relativamente física é capaz de lhe sossegar o arrepio capilar? Tragam as tesouras! Tac! + Tac! + Tac! = Plim!

24.11 sexta 11:00 e 14:30 sala 2

escolas do ensino básico e secundário

€ 4

NATAL

07.12 quinta

Natal

Beatriz Rola e Pedro Alvadia conceção artística e interpretação

Os sons e as músicas típicas do Natal são a matéria prima deste espectáculo, que celebra a quadra reconstituindo o seu espírito. As várias faces da tradição natalícia, as histórias e estórias que se inscreveram nela e a fizeram crescer, dão corpo a um momento musical de intensa partilha.

07.12 quinta 11:00 e 14:30 sala 2

escolas do ensino básico e secundário

€ 4

EÇA É QUE É EÇA

12.01 sexta

Eça é que é Eça

Mário João Alves conceção artística e interpretação

Ópera Isto! co-produção e interpretação

Foram várias as vezes em que Eça de Queiroz fez referência a música e a compositores na sua obra, tendo inclusivamente escrito um libreto de ópera com Antero de Quental. Inspirado por tal melomania, este espetáculo celebra o escritor português mais cosmopolita, levando o público numa divertida viagem ao universo queirosiano e aos inícios do século XX.

12.01 sexta 11:00 e 14:30 sala 2

escolas do ensino básico e secundário

€ 4

VEJAM BEM

16.02 sexta

Vejam bem

Digitópia conceção artística

Anilupa filmes de animação

Filmes produzidos pela Anilupa – Centro Lúdico da Imagem Animada, com a assinatura de crianças e jovens, são exibidos e sonorizados ao vivo. Tocada em tempo real, a música dá-lhes um novo fulgor, empolgando o público para um dos momentos de celebração dos 50 anos do 25 de Abril inscritos no nosso calendário.

16.02 sexta 11:00 e 14:30 sala 2

escolas do ensino básico e secundário

€ 4

NA RUA DO CAPELÃO

08.03 sexta

Na Rua do Capelão

Serviço Educativo conceção artística

Patrícia Costa, Pedro Fernandes Martins, João Costa e João Moutinho interpretação

Fernando Pessoa dizia que o fado não é alegre nem triste. É um episódio de intervalo. A canção nacional sempre se prestou a diferentes interpretações, havendo também matizes diversos nas histórias que se contam sobre as suas origens. Guiados por um trio musical e um actor, vamos ao encontro de um lugar mítico para amantes do fado, a Rua do Capelão, onde se encontra o Largo da Severa, assim nomeado em homenagem à nossa primeira fadista.

08.03 sexta 11:00 e 14:30 sala 2

escolas do ensino básico e secundário

€ 4

PIANO OCEANO

03.05 sexta

Piano Oceano

Mariana Miguel conceção artística e interpretação

Baseado no álbum Piano Oceano, de Mariana Miguel, este espetáculo transdisciplinar exalta as múltiplas dimensões e possibilidades sonoras do piano. À medida que os temas vão sendo tocados, imagens vídeo ilustram o tecido musical e induzem a pianista a momentos de improvisação livre.

03.05 sexta 11:00 e 14:30 sala 2

escolas do ensino básico e secundário

€ 4

DIA DE FESTA

03.06 segunda

Dia de Festa

Rui Rodrigues conceção artística e interpretação

Beatriz Rola, Jorge Queijo, Paulo Neto e Tiago Oliveira interpretação

Depois da Páscoa começa o tempo das festas populares. Um pouco pelo país inteiro as romarias ocupam as praças e os largos das igrejas. Partindo do espólio de instrumentos populares portugueses que existe na Casa da Música, e de todo um cancioneiro, recriamos um verdadeiro arraial português em celebração da música de raiz mais popular.

03.06 segunda 11:00 e 14:30 sala suggia

escolas do ensino pré-escolar e básico

€ 4